Help with Search courses

VIROSE RECUPERAÇÃO

Este curso visa dar uma terceira possibilidade, ao aluno para recuperar a nota não adquirida nas duas primeiras etapas. 

Diagnóstico de pragas

Nos ecossistemas estáveis constata-se que as espécies têm existido por

milhares de gerações sem que suas populações cresçam a números extremamente

elevados ou que decresçam a ponto de ocorrer sua extinção. As populações de

insetos, nessas condições, apresentam um comportamento de flutuação sem atingir

valores extremos, fato este que se deve a existência de fatores reguladores ou

controladores do tamanho da população de cada espécie, os quais são

componentes primordiais da resistência do ambiente.

DIAGNÓSTICO DE DOENÇAS

Basicamente, doenças de plantas são vários processos fisiológicos que as prejudicam de forma constante, causado por algum microrganismo chamado de patógeno (Fungos, bactérias ou vírus) ou algum fator ambiental (doenças abióticas), resultando em sintomas específicos, como a clorose, necrose, podridão, murcha, manchas, etc.

           Visando proporcionar um diagnóstico correto destas doenças, são descritas a seguir as principais que ocorrem nas culturas do café e do tomate. Procurou-se usar uma linguagem simples, dando ênfase ao reconhecimento da doença, à maneira como ela se dissemina (propaga) e às condições mais favoráveis. Em um próximo módulo serão descritas as principais medidas de manejo e controle, com o posicionamento dos produtos ofertados pela Coopeavi.


Anomalias fisiológicas e deficiências nutricionais (café e tomate)

Este trabalho, elaborado de maneira bem simples, procura oferecer aos técnicos que prestam orientação aos agricultores, em relação á diagnose e recomendações, para solucionar problemas relacionados a distúrbios fisiológicos, em função do déficit nutricional.

Distúrbios de naturezas diversas podem acometer e provocar anormalidades, que podem resultar em queda de produção, declínio da planta, podendo tornar inviável a exploração econômica da lavoura. Podem ter início em plantas ainda em formação agravando-se às vezes, logo no início da produção. Parte desses distúrbios, com causas bióticas, é citada e estudada como pragas e doenças. Os principais distúrbios de causas abióticas, que muitas vezes são confundidos com sintomas de doenças, serão abordados neste trabalho. Em função da diversidade de sintomas e causas, neste módulo, o foco será as culturas do café e do tomateiro.


VIROSES

VIROSES

Esse material vem tratar dos tipos de vírus, seu período de incubação, o tempo transcorrido entre a entrada do vírus na planta e a manifestação dos primeiros sintomas.